Cine Mirá nº 3 : Quintal e Entroncamento >>

Encerrando nosso mês de comemorações, iremos realizar mais três sessões do Cine Mirá no Colégio Estadual Dept. Manoel Novaes, no bairro do Canela. Além da exibição do Quintal, iremos exibir ainda o curta “Entroncamento”, de Igor Souza, realizar um bate-papo com os estudantes sobre processos criativos em animação e compartilhar nossas experiências nos cursos de arte na Universidade pública.
Primeiro projeto autoral do Núcleo de animação da Escola de Belas Artes da UFBA, o Quintal é um curta inspirado na obra de Manoel de Barros, mais especificamente na poesia “Tributo a João Guimarães Rosa”. A história retrata a amizade de Diadorim, uma menina sonhadora, e Riobaldo, um alegre passarinho azul. Em um terreno abandonado, aparentemente esquecido pela cidade grande, Diadorim e Riobaldo buscam juntos se libertar das limitações impostas pela velocidade das demandas cotidianas. Clique aqui para saber mais sobre o Quintal.

Curta convidado: ENTRONCAMENTO (IGOR SOUZA, 2015)

ENTRONCAMENTO é a deriva de um homem inconscientemente impelido a encarar aquilo que julgou desaparecido nas sombras. Produzido pela Lanterninha, em animação 2D, em 2015, foi veiculado pelo Canal Brasil em 2018. O filme reposiciona a jornada de transformação do herói, miticamente narrada em situações épicas, para o plano do ordinário, da vida cotidiana, revelando o sentido profundo por trás das grandes mitologias: toda busca é uma busca por si mesmo.

Venha conversar com a gente!

O Que?

Cine Mirá: curta Quintal + Exibição do curta ” ENTRONCAMENTO” (Igor Souza, 2015) + bate-papo com os estudantes sobre processos criativos em animação e experiências nos cursos de artes na Universidade pública.

Onde?

Auditório do Colégio Estadual Deputado Manoel Novaes. Av. Araújo Pinho, Canela.

Quando?

Dia 25 de outubro de 2022

sessões às 9h, 10h e 14h.

Quanto?

Entrada Gratuita.

obs.: A participação no evento é restrita à comunidade do Colégio Estadual Deputado Manoel Novaes.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Fundação Cultural do Estado da Bahia, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.